Início
25/02/2014 | Vending

USA Technologies realça crescimento

Hostel Vending Portugal

Máquina de venda automática. Foto: richard winchell, flickr.com




 
Hostelvending.com.pt

Especialista em soluções wireless, pagamento cashless e telemetria para a indústria do vending, a USA Technologies, Inc. assinalou um crescimento de 48% na sua base de clientes do serviço completo de telemetria e pagamento cashless ePort Connect, atingindo os 6075 clientes desde 31 de dezembro de 2013, em comparação com o ano anterior.

Destacam-se as empresas J&J Vending e a Tomdra Vending and Coffee Service (Tomdra) pelo seu reconhecimento do cashless como uma plataforma estratégica para melhorar o desempenho financeiro e a satisfação do cliente. 

"A J&J Vending e a Tomdra são excelentes exemplos de como a USAT está trazendo dados valiosos e estratégias de implementação aos seus clientes, através de um programa abrangente de pagamento cashless que os ajuda na transição para o pagamento cashless de forma eficaz", referiu Stephen P. Herbert, presidente e CEO da USAT, em comunicado de imprensa. "Num ambiente cashless, os consumidores vêm a estas máquinas todos os dias e fornecem-nos informações valiosas sobre as suas compras e preferências de compra - informação vantajosa que acreditamos poder ser usada para impulsionar uma maior satisfação do cliente e novas vendas. Um dos nossos objetivos é assegurar que os nossos clientes participam desse conhecimento e desfrutam dos múltiplos benefícios que a plataforma de pagamento cashless pode fornecer aos seus negócios", acrescentou. 

A J&J Vending assinala a futura instalação de cashless num terço da sua base de cerca de 1200 máquinas. "A USAT tem estado a ensinar-nos os benefícios há algum tempo já, mas os dados da nossa instalação inicial de cashless esclareceram-nos realmente", referiu Joel Skidmore, presidente e CEO da J&J Vending. "Tanto as vendas cash como as vendas cashless aumentaram e a rentabilidade das nossas máquinas aumentou. Eu perguntei a mim mesmo por que não tinha feito isto antes", continuou. 

"Do ponto de vista do cliente, eles adoram-no", prosseguiu. "Nós percebemos que, por não termos opções de cartão de crédito, estávamos a perder todo um conjunto de clientes", comentou.

A Tomdra acredita que o cashless é o futuro, independentemente de os consumidores estarem a usar um cartão magnético, telemóvel ou outra opção contactless.  

"O caso de negócio para o cashless é realmente sobre a conveniência - é isto o que impulsiona as vendas", referiu Todd Elliott, vice-presidente da Tomdra. "Semelhante a uma compra numa loja de conveniência, os consumidores não são tão sensíveis ao preço quando não há nenhuma restrição à compra", disse. 

"Para a indústria em geral, eu diria que isso significa que se tu não estás tomando medidas para oferecer cashless (e há um custo para isso), tu provavelmente estás a caminho de sair de qualquer negócio de vending significativo, nos próximos cinco anos", acrescentou.  

"Acreditamos que o notável crescimento da base de clientes é indicativo de uma crescente consciência do pagamento cashless no comércio self-serve", referiu ainda o responsável da Tomdra.

Subscrever Newsletter
Últimas Empresas
Multiselect - Exploração de Máquinas de Venda Automática Lda

A Multiselect comercializa pequenos snacks, bebidas frescas e quentes através de máquinas de venda...

JUVENDING by Pirâmide Triunfal

Assistencial Técnica e Venda de Peças

Classificados
PICA.PICA.COME

Setubal

PICA.PICA.COME LOJA - VENDING . SELF - SERVICE NA ESTAÇÃO FLUVIAL DA TRANSTEJO...

illycaffè - HORECA

Café Torra média O equilíbrio entre força e suavidade, de onde surgem aromas de...

EVA
EVA