Início
28/09/2013 | Artigos

Vendibérica 2013 em foco

Hostel Vending Portugal

Raul Calleja, diretor da Vendibérica




 
Hostelvending.com.pt

A pouco tempo do início, a 2.ª edição da Vendibérica, evento que ambiciona consolidar-se como o principal certame do género para a Península Ibérica, prossegue os seus preparativos.

Organizada pela PVA (Proveedores Vending Asociados) e IFEMA (Feria de Madrid), esta exposição terá a curiosa particularidade de decorrer em simultâneo com a 6.ª edição da Horeq

Apesar da sua curta trajetória, ela possui já uma dimensão internacional, devidamente comprovada pelo reconhecimento atribuído pelo Ministério da Economia e Competitividade espanhol.

Raul Calleja, diretor da Vendibérica, levanta um pouco o véu sobre a preparação do evento, apresentando-nos algumas das suas linhas orientadoras e metas estratégicas. 

- Quais são as expetativas para a próxima edição da Vendibérica?

A Vendibérica é uma ferramenta comercial. Como tal, deve servir às empresas de todo o canal do vending para cumprir determinados objetivos comerciais, como abrir novas oportunidades e linhas de negócio. Nesta edição, focalizaremos grande parte do esforço em 5 grandes linhas de atuação.

A primeira delas tem por objetivo descobrir oportunidades para a exportação, trazendo operadores do norte de África, América Latina e países do Leste Europeu, mas também gerando encontros comerciais com agendas fechadas, num programa que se chamará "B2Vending", em formato workshop.

A segunda visa, por sua vez, ampliar os perfis de procura do visitante aos utilizadores finais do produto de vending (coletividades, hotelaria, setor hospitalar, sedes de empresas, entre outros), bem como apresentar o vending a possíveis novos utilizadores como oportunidade para obter mais ingressos dentro dos seus negócios, e de forma permanente.

A terceira linha de negócio tem por finalidade desenvolver ferramentas para feiras e exposições, com o objetivo de apresentar todas as novas tecnologias, maquinarias, suportes, produtos, entre outras coisas, que permitam mostrar ao setor e ao utilizador final, e perante os meios de comunicação generalistas, as grandes novidades. Esta mesma linha procura também mostrar a distribuição automática como um setor em constante evolução e aperfeiçoamento, de uma forma que permita incentivar uma renovação e ampliação do equipamento.

Por outro lado, a quarta ambiciona incrementar a oferta expositiva a novos setores que permitam fomentar as possibilidades de convocatória do evento.

Já a última pretende facilitar e simplificar ao máximo o processo de participação na feira, a preços muito económicos que permitam um retorno de investimento real. 

Portanto, as expetativas passam por sermos capazes de gerar oportunidades de negócio entre oferta e a procura, entre os participantes. 

- O que ganha o setor ibérico do vending com a realização deste certame?

O setor ibérico ganha força, visibilidade, união setorial, além de dinamizar a atividade comercial das empresas. A Vendibérica tem a responsabilidade de ser uma ferramenta comercial para o mercado e para as empresas participantes. Um setor sem feira comercial é um setor mais fraco. Por isso, é importante participar para aproveitar comercialmente o encontro com clientes habituais e potenciais, bem como para apoiar esta área de negócio. A indústria do vending é um setor vivo e com muito caminho a percorrer. Só temos de remar todos na mesma direção. O conceito de ibérico é um conceito de trabalho natural, dada a importância e as oportunidades para as empresas portuguesas de trabalhar com Espanha, e vice-versa.

Mais de 4 milhões de pessoas utilizam, diariamente, o serviço de vending nas 100.000 máquinas instaladas por todo o Portugal (uma média de 5 máquinas por cada 1000 habitantes).

Além disto, este setor de atividade económica emprega mais de 4 mil pessoas em Portugal.

- Na fase de convocatória, como tem sido a procura por parte das empresas expositoras?

A mensagem e a orientação do projeto estão a ser muito bem recebidas. Os custos de participação são muito económicos e as oportunidades de negócios que se poderão gerar no evento farão com que, no pouco tempo que falta para a sua celebração, o número de empresas participantes cresça face à edição anterior. 

- Depois do sucesso da primeira edição, que novidades são esperadas para esta?

Ainda é prematuro apresentar as novidades, mas, fazendo alusão às empresas do setor, todas elas estão a evoluir, constantemente, em tecnologias, meios de pagamento, perfil de produtos consumíveis, entre outras coisas. A Vendibérica será o espaço ideal para conhecer, em primeira mão, todas estas novidades.

- O que os visitantes poderão encontrar na Vendibérica 2013?

Acima de tudo, encontrarão amplamente representado o Setor. Além disto, descobrirão o muito que as empresas têm para oferecer. Conhecerão, de igual forma, a mais recente tecnologia, juntamente com as oportunidades de negócio interno e de exportação. As Jornadas técnicas serão uma das principais atrações, onde as novidades terão o protagonismo. A Vendibérica é, afinal de contas, a grande festa do setor de vending. 

- Qual o motivo para a realização em simultâneo com a Horeq?

A HOREQ, Salão de soluções para a hotelaria, restauração e coletividades, está num processo de identificação de soluções para se tornar mais eficiente na sua gestão, tanto na otimização de custos, como na obtenção de novas fontes de receitas. A Vendibérica oferece soluções não só para o vending, mas também para o dispensing ou autoconsumo, produtos necessários para o visitante da Horeq, que vem procurar tecnologia e soluções para as suas instalações. Esta coincidência permite que o evento tenha maior capacidade de apelo profissional. Somar tem sempre o sinal positivo. Vendibérica e Horeq somam.

Subscrever Newsletter
Últimas Empresas
Multi café

No serviço com máquinas de café para empresas, oferecemos mais comumente um pacote dedicado, onde o...

Classificados
PICA.PICA.COME

Setubal

PICA.PICA.COME LOJA - VENDING . SELF - SERVICE NA ESTAÇÃO FLUVIAL DA TRANSTEJO...

illycaffè - HORECA

Café Torra média O equilíbrio entre força e suavidade, de onde surgem aromas de...

EVA
EVA